''Quando acertamos ninguém se lembra, quando erramos ninguém se esquece''

domingo, 31 de janeiro de 2010

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Brasil, país onde eu nasci...




''Kassab retém verba de área de risco''

''No dia em que quatro pessoas morreram soterradas na capital por desabamentos provocados pela chuva, na quinta-feira (21), o prefeito Gilberto Kassab (DEM) congelou R$ 25,6 milhões destinados a obras e serviços em áreas de risco. O valor representa 86,5% dos R$ 29,6 milhões disponíveis para essas ações no orçamento das 31 subprefeituras e da Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras. O corte, que faz parte do contingenciamento de R$ 2 bilhões do Orçamento, surpreendeu ao menos dois subprefeitos que disseram não terem sido informados da medida''. (fonte: Estado de S. Paulo - por Ricardo Noblat - 27.1.2010)

Então fica a pergunta: Por quê?

No dia 25 de janeiro de 2010 o presidente pediu ao prefeito:

''Lula convida Kassab a encontrar soluções para São Paulo''

''O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convidou hoje o prefeito Gilberto Kassab a assumir o compromisso de dar um presente à cidade, trabalhando para encontrar soluções para os problemas do município, como as enchentes. Lula fez a declaração depois de receber do prefeito a Medalha 25 de Janeiro, criada para homenagear as pessoas que contribuem para o crescimento da cidade de São Paulo''. (fonte: Plantão | Publicada em 25/01/2010 às 15h09m. Valor Online)

E o presente foi dado...

''Serra corta verbas para enchentes e Kassab reduz orçamento de saúde e transporte'' 

''Governador José Serra apresentou orçamento polêmico para 2010. Propostas orçamentárias apresentadas pelo governo do estado de São Paulo e pela prefeitura da capital parecem seguir uma arriscada opção de cortes de investimentos públicos em áreas importantes como combate a enchentes, saúde e transporte. Já as verbas de publicidade cresceram. A redução de R$ 52 milhões no combate a enchentes, proposta pelo governador de São Paulo, José Serra (PSDB), para 2010, pode causar calamidade no estado durante o período de chuvas afirma deputado petista. Já os gastos com publicidade previstos para 2010 são de R$ 119,9 milhões''. (fonte: Rede Brasil Atual. Escrito por Suzana Vier. Publicado em 14/10/2009, 12:56)

As fotos mostram as enchentes ocorridas em São Paulo durante o mês de Janeiro de 2010.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

HAITI dos REIS









O que provoca os problemas da natureza? O homem? Deus? As grandes indústrias? O desmatamento? A poluição? A ira dos Deuses?

O que faz o ser humano ser solidário um com o outro nos momentos difíceis? O histórico de cada um? Saber que passar fome doi mais naquele que se alimentou bem do que naquele que ainda não comeu? Pensar ''podia ser comigo''?

O que leva as pessoas a esquecerem tão rápido uma catástrofe? Uma tragédia maior ainda? A propaganda apelativa da mídia? Saber que problemas acontecem, sempre aconteceram, e continuarão acontecendo eternamente...

A primeiro foto mostra as belezas naturais do Haiti. A segunda foto mostra a avenida central de Porto Príncipe, capital daquele país. A terceira foto mostra corpos esticados no chão haitiano devido as guerras de gangues de Porto Príncipe em 2007. A quarta foto mostra um homem desesperado próximo ao corpo de um parente atingido por um tiro. A quinta foto mostra crianças bucando água potável e voltando pra casa. Aquele simples balde, e muitas vezes sujo, continha a água que deveria ser consumida em 24 horas, as vezes 35 horas. A sexta foto mostra o morro de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, que desabou em janeiro de 2010 matando várias pessoas. A sétima foto mostra os bombeiros e voluntários trabalhando nas buscas por corpos em Angra dos Reis após o desabamento. A última foto mostra as belezas naturais do Haiti, que poderiam muito bem ser de Angra dos Reis.

O que faz o ser humano, em especial do povo brasileiro, esquecer das coisas em tão pouco tempo? A mídia do nosso país?

O que faz o ser humano ignorar um povo miserável, como o povo do Haiti, por séculos, e agora se declarar triste pelos últimos acontecimentos?

Angra dos Reis recebeu as lágrimas humanas enquanto corpos eram retirados da lama, o Haiti entrou em cena e agora acumula lágrimas de pessoas que fazem o esforço de procurar no mapa onde fica aquele país.  A história de massacres e guerras urbanas ficaram pra trás, pelo menos nos jornais das últimas semanas. Se o ser humano, Deus, a natureza, ou se é que existe algum culpado por tudo isso, continuar fazendo o que está fazendo; o Haiti também não irá permanecer muito tempo na mídia.